Total de visualizações de página

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Quarenta e cinco anos




Quarenta e cinco anos



Hoje eu fiz quarenta e cinco anos de idade.

Hoje são diferentes minhas verdades.

Hoje recebi parabéns de muita gente boa.

Mas faltou alguém que briga comigo atoa.

Hoje eu senti alegria misturada com tristeza.

Hoje via o real da idade na minha face com
uma certa frieza.

Pensei que seria mais feliz, mas minha “realeza”
é diferente.

Escrevo alegria como se fosse uma tristeza.

Estou forte com vontade de começar uma vida
com outra beleza.

Meus filhos cresceram e a solidão mostrou
sua clareza.

A mulher doente, eu conformado e reprimindo
minha natureza.

Fiz quarenta e cinco anos mais errei do que acertei.

Fiz quarenta e cinco anos com certos enganos.

Escondi-me feito criança de baixo do pano.

Tenho algumas alegrias, felicidades relampejando.

Sou um quarentão que vai levando.










O NOVO POETA. (W.Marques).

Um comentário:

Fada do Amor disse...

Parabéns Nobre Poeta, te admiro demais.
Muita saúde, paz e luz em seus caminhos, que Deus te abençoe sempre!

Beijos com carinho de sua fã!

Augusta/Fada do Amor