Total de visualizações de página

sábado, 9 de abril de 2011

Onde andará?




Onde andará?




Será que meu amor me espera em algum lugar.

Onde vou queimar esse fogo que arde em mim,
o desejo do beijo feito brasa.

Quero asa, quero um ar novo, quero contar pro
povo que sou feliz, quero esquecer cicatriz.

Quero uma mulher de verdade. Não quero atriz.

Onde andará o meu amor?

Onde andará?

Será que tenho uma alma gêmea que me fará
sorrir novamente?

Quero um amor que me faça sentir criança de
novo, menino contente.

Quero esse amor borbulhando e fazendo o
meu coração perder o compasso.

Quero o riso acompanhado de um abraço.

Que pular de alegria ao vê-la chegando e
me abraçando com ternura e emoção sem
medida.

Quero um amor pra me trazer de volta pra
vida.











O NOVO POETA. (W.Marques).

3 comentários:

Luís Coelho disse...

Todos queremos um amor verdadeiro
Um amor presente que se vive e sente
Deverei ser leal e companheiro
Amar na hora sem nunca ficar ausente

Darwin Bruno disse...

Interesante.

moonstone disse...

me encantaria encontrar un amor asi pero se que nunca lo tuve ni tampoco lo tendre que tristez.